Acessibilidade

Governo do Amazonas inicia obras de intervenção no Igarapé do 40

O Governo do Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), iniciou nesta semana os trabalhos de intervenção no trecho do Igarapé do 40 que compreende as avenidas Silves e Maués, nos bairros Japiim e Cachoeirinha, ambos localizados na zona sul da capital. Essa é uma obra complementar do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) e as intervenções irão contemplar a construção de uma via interligando as duas avenidas, que será uma nova alternativa de trajeto ligando o Distrito Industrial à área central da cidade, através da Manaus Moderna.

O trabalho de remoção das residências iniciou em dezembro de 2019 e beneficiou 1.400 famílias que viviam sob o leito do Igarapé do 40, com o risco das enchentes, lixo e mau cheiro. Após a conclusão dessas demolições e a retirada dos materiais provenientes dessas residências, as máquinas iniciaram os primeiros trabalhos na área. O projeto vai recompor a flora do local, incluindo paisagismo, criação de áreas de convívio social, áreas para práticas de esporte, praças, academia ao ar livre, quadras multiuso e a revitalização do campo do Betaião.

As obras de intervenção nesse trecho do Igarapé do 40 estavam previstas para serem realizadas há mais de 10 anos e foram retomadas pela atual gestão. As obras do trecho entre as avenidas Silves e Maués são as últimas nas áreas de alagação da parte central de Manaus.

Nessa fase, as máquinas começam a entrar na área para realizar a troca do solo e terraplanagem.  “As máquinas nesse momento estão retirando o solo do local, que é muito instável devido ao acúmulo de lixo e entulhos de décadas, para, posteriormente, aterrarem e fazerem a compactação do novo solo, que irá permitir uma estabilidade para o andamento das obras”, afirmou o coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo.

Segundo ele, as intervenções nesse trecho do Igarapé do 40 irão mudar a realidade de muitas pessoas que viviam sem saneamento básico, suscetíveis à subida dos rios, ao lixo e à poluição. “Esse trecho do Igarapé do 40 era uma localidade com um adensamento populacional muito grande, e as obras do Prosamim na área vão trazer uma nova perspectiva de vida para mais de 5 mil pessoas que ali residiam”, completou.

FOTOS: Tiago Correa/UGPE

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana: Alessandro Bandeira (99119-5792), Eduardo Silva (98130-3990) e Midiã Viana (99289-7724).