Acessibilidade

Governo do Estado retoma obras do Prosamim no Igarapé do 40

Governo do Estado retoma obras do Prosamim no Igarapé do 40

 

O Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), retomou, nesta segunda-feira (17), as obras do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) em um trecho do Igarapé do 40, que está localizado entre as avenidas Silves e Maués, nos bairros do Japiim e Cachoeirinha, respectivamente.

As obras já tinham iniciado no final de 2019 e estavam paradas devido à subida do nível do rio Negro, que afeta as bacias do São Raimundo, Educandos e 40. As obras no local preveem a construção de uma nova via interligando a avenida Silves à avenida Maués, sendo uma alternativa para os motoristas que saem do Distrito Industrial para a área central da cidade, assim como, a construção de espaços de convívio social e voltados a práticas esportivas; a recomposição da flora local com plantio de mudas, paisagismo e ainda, academias ao ar livre, quadras multiuso e a revitalização do campo de futebol conhecido como  Betanhão.

O subcoordenador de Engenharia da UGPE, engenheiro civil João Benaion, afirma “que, nessa retomada das obras, os trabalhos são realizados por maquinários que estão fazendo a troca do solo da área, retirando o solo impróprio, composto por lama, areia e lixo acumulado durante décadas no leito do igarapé, e colocando um novo solo, apto a receber os serviços de terraplanagem para que as máquinas se movimentem com segurança”.

Trabalho durante a pandemia – Durante o período de restrição das atividades em virtude da pandemia, o Prosamim manteve equipes de plantão atuando no atendimento social das famílias, auxiliando nas mudanças das famílias já indenizadas e informando os moradores das documentações necessárias para que seus processos ocorressem de maneira mais rápida.

As atividades foram mantidas a fim de evitar o mínimo possível de impacto no cronograma do reassentamento e na conclusão das obras, observando que a cheia do rio Negro limita o tempo dos trabalhos.

Somente neste trecho do Igarapé do 40, mais de 370 imóveis foram retirados. O projeto tem previsão de reassentar, aproximadamente, seis mil pessoas e retirar 1.378 imóveis do leito do igarapé Mestre Chico.

Geração de empregos – Através da intervenção no Igarapé do 40, o programa prevê a geração de 130 empregos diretos somente neste segundo semestre. Serão contratados operadores de máquinas, pedreiros, serventes, técnicos e engenheiros.

“A estrutura do Governo do Estado envolvida nas ações do Prosamim foi toda utilizada para que os prazos de reassentamentos e os cronogramas das obras fossem cumpridos. Por ordem direta do governador Wilson Lima, foi montada uma força-tarefa entre seis secretarias estaduais a fim de dar celeridade e garantir os investimentos e a melhoria na qualidade da vida dessas pessoas”, afirmou o coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo.